Tudo sobre o saque emergencial do FGTS

Em razão da pandemia do novo coronavírus, que afetou as atividades econômicas e a renda dos trabalhadores, a Caixa Econômica Federal anunciou, na primeira quinzena de junho, que haverá liberação de saldo do FGTS.

Cada trabalhador poderá sacar até R$ 1.045 de contas ativas (do emprego atual) ou inativas (de empregos anteriores).

O calendário considera o mês de nascimento do trabalhador. Veja as datas a seguir:

Mês de nascimentoCrédito em contaSaque ou transferência
Janeiro29 de junho25 de julho
Fevereiro6 de julho8 de agosto
Março13 de julho22 de agosto
Abril20 de julho5 de setembro
Maio27 de julho19 de setembro
Junho3 de agosto3 de outubro
Julho10 de agosto17 de outubro
Agosto24 de agosto17 de outubro
Setembro31 de agosto31 de outubro
Outubro8 de setembro31 de outubro
Novembro14 de setembro14 de novembro
Dezembro21 de setembro14 de novembro

Fonte: Caixa Econômica Federal

A liberação emergencial do FGTS será feita exclusivamente pela poupança digital. A conta será aberta automaticamente pelo banco para todos que tem direito ao saque, mas não possuem a conta poupança.

E se eu não quiser optar pelo saque?

O trabalhador que escolher não fazer o saque emergencial deve informar a Caixa pelo menos dez dias antes da data de crédito prevista.

O dinheiro ficará disponível para o trabalhador até 30 de novembro. Se o saque emergencial não for feito até essa data, automaticamente o valor retornará para o fundo de garantia.

E se eu tiver mais de uma conta?

Se o trabalhador tiver mais de uma conta de FGTS, o saque será feito primeiro das contas de contratos de trabalho extintos (inativas), iniciando pela conta que tiver o menor saldo.

Depois, o dinheiro será sacado das demais contas, também iniciando pela que tiver o menor saldo. Independentemente do número de contas do trabalhador, o valor não pode passar de R$ 1.045.

Fique atento aos acontecimento e não perca a oportunidade, caso seja de seu desejo realizar o saque! Caso tenha ficado alguma dúvida, entre em contato.
E para o que precisar, pode contar com a Incolape

Fonte: G1

Venha para a INCOLAPE

Traga sua empresa para a Incolape

quero contratar